APITO DO MARINHEIRO- Comandante da Marinha

APITO DO MARINHEIRO- Comandante da Marinha



APITO DO MARINHEIRO- Comandante da Marinha

Comentários sobre "APITO DO MARINHEIRO- Comandante da Marinha" video:

27.10.2019 by Kazragis :
Depois é alguma cousa? Ele brilha como ouro numa terra de prata.

28.10.2019 by Shakagis :
O presente parece-me que durmo

29.10.2019 by Munris :
Isso faz um ruído como o de uma serpente furtiva

26.10.2019 by Barisar :
Sinto-o envolver-me como uma névoa Dizei-me uma coisa ainda

28.10.2019 by Sarg :
Com a luz os sonhos adormecem A orla da minha saia era fresca e salgada batendo nas minhas pernas nuas

31.10.2019 by Voshakar :
SEGUNDA mais baixo, numa voz muito lenta — Ao princípio ele criou as paisagens, depois criou as cidades; criou depois as ruas e as travessas, uma a uma, cinzelando-as na matéria da sua alma — uma a uma as ruas, bairro a bairro, até às muralhas dos cais de onde ele criou depois os portos É por isso que o achei belo

31.10.2019 by Mazshura :
É de outra Mas eu devo ter vivido realmente à beira-mar

28.10.2019 by Taulkis :
A minha alma esfria-me

25.10.2019 by Morn :
Tenho que cansar a ideia de que vos posso ver para poder chegar a ver-vos Passou a conhecer certa gente, como quem a reconhece apenas

29.10.2019 by Tygojinn :
Às vezes, à beira dos lagos, debruçava-me e fitava-me Uma a uma as ruas, e a gente que as percorria e que olhava sobre elas das janelas

30.10.2019 by Yozshugal :
Nunca ouvi falar delas a ninguém Fernando Pessoa.

26.10.2019 by Tojalar :
Mal sei se tenho estado a falar

27.10.2019 by Tehn :
Ele vem sempre da mesma maneira E parecia-me que vós, e a vossa voz, e o sentido do que dizíeis eram três entes diferentes, como três criaturas que falam e andam.

29.10.2019 by Douk :
Eu vivi entre as sombras dos ramos, e tudo na minha alma é folhas que estremecem.

30.10.2019 by Zuran :
Vede-o a vir, o dia Ele brilha como ouro numa terra de prata.

27.10.2019 by Mazuzahn :
Nessa ilha havia palmeiras hirtas, poucas, e aves vagas passavam por elas Tudo ali era longo e feliz como o canto de duas aves, uma de cada lado do caminho

29.10.2019 by Shakazshura :
A orla da minha saia era fresca e salgada batendo nas minhas pernas nuas Tenho menos medo à minha voz do que à ideia da minha voz, dentro de mim, se for reparar que estou falando

28.10.2019 by Tuzragore :
Vem de uma espécie de longe Adormeço para a poder escutar

04.11.2019 by Arashirg :
Mas a qual? As horas têm caído e nós temos guardado silêncio.

28.10.2019 by Gazilkree :
Depois viajava, recordando, através do país que criara E nunca tornei a ver outra vela

26.10.2019 by Mikajas :
Por que estamos nós falando ainda? Passou a conhecer certa gente, como quem a reconhece apenas

31.10.2019 by Shasho :
Do lado da janela velam três donzelas.

29.10.2019 by Dugul :
Vede, a linha dos montes maravilha-se O que fazer com esse silêncio que nos atordoa?

02.11.2019 by Vilabar :
Senti-o tanto que mal vi o que era

03.11.2019 by Meziramar :
Sinto-o envolver-me como uma névoa

25.10.2019 by Dishicage :
Todos os dias punha uma pedra de sonho nesse edifício impossível Aquela que finge estar ali era bela, e nova como nós, e sonhava também

31.10.2019 by Mogami :
Prende-se a língua a todos os meus sentimentos. Para que foi que nos contastes a vossa história?

25.10.2019 by Tegis :
Pobre da feliz que eu fui!

02.11.2019 by Samucage :
É de outra

03.11.2019 by Gardarisar :
O que é entre nós que nos faz falar prolonga-se demasiadamente

26.10.2019 by Zoloran :
Sempre que uma cousa ondeia, eu amo-a Mas eu devo ter vivido realmente à beira-mar

27.10.2019 by Zolokree :
Puseram ao meu sentimento do meu corpo uma mortalha de chumbo Ah, falai, falai!

27.10.2019 by Gotaxe :
Que pena se alguém pudesse responder!

27.10.2019 by Zuzahn :
Para que é que havemos de falar?

26.10.2019 by Telkree :
O dia chega. A minha alma esfria-me

27.10.2019 by Shaktinris :
Quem teria eu ido despertar com o sonho meu que vos contei?

02.11.2019 by Kazrataur :
Um sono fundo cola umas às outras as ideias de todos as meus gestos.

27.10.2019 by Kajijin :
Guardemos silêncio A lua intensa ilumina o velório.

25.10.2019 by Balmaran :
Do lado da janela velam três donzelas. Ah, escutai.

26.10.2019 by Mezikazahn :
Do lado da janela velam três donzelas. O horizonte sorri ouro

25.10.2019 by Zuzahn :
No passado dos outros talvez O dia chega.

27.10.2019 by Gardataxe :
Que sono, que sono absorve o meu modo de olhar para as coisas!

29.10.2019 by Tura :
Quando falo de mais começo a separar-me de mim e a ouvir-me falar.

27.10.2019 by Vijas :
Nenhum sonho acaba

01.11.2019 by Mazuzahn :
Falai-me das fadas.

27.10.2019 by Dugal :
Ele vem sempre da mesma maneira Fernando Pessoa.

29.10.2019 by Tygorg :
Seria impossível e eu tenho necessidade de ter medo disso, de saber de que é que tenho medo

01.11.2019 by Doulrajas :
Ah, como vós estais parada! Sempre que uma cousa ondeia, eu amo-a

30.10.2019 by Tygozragore :
Ia-lhes conhecendo as vidas passadas e as conversas, e tudo isto era como quem sonha apenas paisagens e as vai vendo Tinham um sorriso só deles, independente do meu

26.10.2019 by Bajin :
Agora, porque vos falo disto, aprazia-me mais estar-vos falando de outros sonhos

03.11.2019 by Kazuru :
O que fazer com o presente? Uma a uma as ruas, e a gente que as percorria e que olhava sobre elas das janelas

31.10.2019 by Mosida :
Mas eu devo ter vivido realmente à beira-mar

Adicionar um comentário